Votuporanga
+20...+33° C

Polícia

Motorista embriagado quase causa grave acidente

Motorista embriagado quase causa grave acidente
publicado em 03/08/2013
Alex Pelicer
alex@acidadedevotuporanga.com.br

Um motorista embriagado, por pouco não causa uma tragédia em Votuporanga. Além de por a própria vida em risco, também colocou de terceiros. Após quase causar uma colisão na rodovia Péricles Belini, o condutor dirigiu na contramão por centenas de metros da rua São Paulo e só foi detido após cerco policial.
De acordo com a Polícia Militar, um condutor que trafegava pela rodovia Péricles Belini, entrou em contato através do 190 e informou que um outro motorista, possivelmente embriagado, estaria trafegando pela via e invadindo a faixa contrária. Inclusive havia atingindo o carro do condutor informante.
Policiais então montaram um cerco nas proximidades da Péricles e o carro, modelo Corsa, com placa de Pereira Barreto, foi avistado trafegando pela avenida da Saudade. PMs deram ordem de parada ao condutor, que não obedeceu e tentou fugir dos militares.
Houve perseguição e, nas proximidades da Concha Acústica, o condutor passou a trafegar pela rua São Paulo na contramão, por centenas de metros, expondo outros condutores ao risco de colisão.
A perseguição só terminou no cruzamento das ruas São Paulo e Rio Grande, quando  viaturas da Polícia Militar realizaram um cerco. 
O homem foi submetido ao exame de bafômetro, onde ficou constando índice de embriaguez. Ele foi conduzido ao plantão policial e foi autuado por

Primeira ‘vítima’
O motorista D.D.B foi o primeiro carro a ser atingido e disse que por pouco o acidente não foi mais grave. “Eu estava retornando para casa quando vi o carro que vinha no sentido contrário invadir minha faixa. Então joguei meu carro para o acostamento para não causar uma colisão frontal. Mas, mesmo assim, o retrovisor do carro dele bateu contra o meu”.
O motorista, que seguia no sentido Votuporanga - Nhandeara, fez meia volta e passou a seguir o condutor aparentemente embriagado e fez contato ao 190 e passou as coordenadas para realização da abordagem.
“Minha preocupação é com minha filha, que tem pouca experiência no volante, trafega pelas estradas da região e pode cruzar com um irresponsável, deste. Sou caminhoneiro há anos, mas o que aconteceu hoje (anteontem) foi um dos maiores sustos que já tomei nas estradas”. 

0 Comentário(s) Escrever Comentário

NINGUÉM COMENTOU AINDA